Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Últimos assuntos
» Jislyn Olonrae!!
Ontem à(s) 7:17 pm por Felipe

» Ter Sanctum - Aziel, Millyan e Aisak!!
Qua Jul 11, 2018 4:01 pm por Felipe

» Nash Kelemvorita!!
Qua Jul 11, 2018 2:50 pm por Felipe

» Alien Waters!!
Ter Jul 10, 2018 9:11 pm por Felipe

» Os Mundos por Tendência!!
Ter Jul 10, 2018 8:53 pm por Felipe

» Vila Boven - Lar dos Diplomatas
Qui Jul 05, 2018 9:25 pm por Felipe

» Alinhando as Tramas!!
Qui Jul 05, 2018 11:44 am por Felipe

» Selthiel Doriath
Seg Jul 02, 2018 6:00 pm por Felipe

» Gnome City
Seg Jul 02, 2018 2:31 pm por Felipe

Julho 2018
SegTerQuaQuiSexSabDom
      1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031     

Calendário Calendário

Os membros mais marcados


Órgão Místico de Heward!!

Ir em baixo

Órgão Místico de Heward!!

Mensagem por Felipe em Qui Jun 07, 2018 10:02 pm

Trata-se de um enorme órgão fixo do tamanho de uma catedral. É um artefato de tremendo poder e extremamente perigoso.

Aparência


Órgão do Destino:



Cada tubo contém um elemental aprisionado:




É um enorme órgão de tubos tão alto como uma catedral. Possui 3 fileiras de teclas, 27 travas de marfim e 9 pedais. Cada um de seus longos tubos de ouro e prata aprisiona um poderoso elemental do ar cujo único propósito é tocar a nota apropriada.

Os teclados são dispostos em ferradura com o pianista sentado no meio. A primeira fileira, feita de marfim e obsidiana negra; a segunda fileira, de jade verde e lápis azul; A terceira, de aço e bronze.

Vinte e sete travas de marfim estão dispostas em 3 fileiras de 9, embora alguns textos falem de apenas 13. Cada trava possui 8 possíveis posições.

Cada pedal foi esculpido em jacarandá, e toca notas de baixo.

Normalmente é encontrado dentro de uma catedral esquecida, mas nunca permanece no mesmo lugar, transportando-se para outra localização.

===================================================

Poderes:


As habilidades do órgão são tão extensas quando as variações de notas e acordes que se pode tocar nele. Pelo menos 23 canções muito antigas com efeitos diversos são conhecidas: 5 para dar poder ao pianista, 6 que o protegem, 5 poderosos encantamentos, 3 para conjurar seres muito antigos ou monstros esquecidos, e 3 que trarão completo cataclismo à região onde for tocado. A última não possui efeitos conhecidos.

Um grupo excepcional de pesquisadores uniu-se para testar 128 possíveis combinações para 7 das claves. Seus efeitos foram a conjuração de demônios, conjuração de poderosas magias arcanas e druídicas aleatórias, transportar o pianista para outro Plano, o órgão seguir tocando uma melodia automática (pelo menos 23 melodias foram identificadas), conjurar pedras preciosas, e absorver toda a magia que havia na catedral para recarregar seu poder.

Efeitos Colaterais:


Tocar as notas erradas ou cometer algum erro pode ter consequências desastrosas. O pianista e toda audiência pode ser acometida de intensa insanidade, incapaz de suportar o menor dos sons. Colocar a última trava na posição errada também afetará o efeito-colateral.

Tocar o instrumento com absoluta perfeição também é perigoso. Qualquer um que ouça as lindas e fantasmagóricas notas corre o risco de ficar enfeitiçado por ele para sempre. Qualquer outro som, qualquer outra coisa torna-se fútil e sem necessidade ante a ouvir a perfeita melodia novamente. Eventualmente, não se importarão mais com beber ou comer, gradualmente enfraquecendo até morrer.

A exata localização do órgão está sempre mudando. Qualquer um que deixe o salão do órgão com certeza jamais o encontrará novamente.

Destruição:


Como todo artefato, o órgão não pode ser destruído por meios convencionais.

Algumas das formas incluem convencer o poderoso Rei dos Ratos a liderar um ataque às suas engrenagens e mecanismos e queimar seus pedaços junto com cada cópia das composições de Heward, seu criador, enquanto o pior pianista do mundo tocar suas notas, causando uma explosão que devastará tudo num raio de meia milha.

==================================================

História


Criação:


De acordo com as Fábulas de Burdock, o Deus Heward criou o órgão para trazer harmonia para o mundo através de sua música. Mas ratos roeram suas estruturas e desafinaram suas notas, criando efeitos e notas dissonantes e causando magia negra entre seus efeitos mais devastadores. Heward amaldiçoou os ratos a ficar para sempre sem voz, e abandonou o órgão.

Heward foi um bardo mortal que ascendeu à divindade num tempo muito antigo quando o tempo dos elfos estava terminando. Heward viu a raça perder espaço no mundo para a ascensão da humanidade nos séculos que se seguiram, e teve medo que a linda arte musical dos elfos se perdesse para sempre.

No espaço de alguns anos, ele criou seu Órgão Místico, um poderoso instrumento cujas notas se assemelhavam aos cantos dos rouxinóis e inspirava todos aqueles que o escutassem à grandeza. Com isso, a humanidade aprendeu os segredos das artes e da música, e assim surgiram os primeiros bardos.

Mas os deuses, sobretudo o panteão élfico, tinham inveja da popularidade de Heward, e ressentimento por ele ter revelado os segredos da música aos humanos, pois temiam que eles abandonassem os antigos ensinamentos élficos de beleza. Eles enviaram os ratos para sabotar o instrumento, obscurecendo a beleza de suas notas e tornando-o perigoso demais para ser tocado.

Usos Passados:


Muitos bardos gabam-se de já ter tocado o lendário Órgão, mas nenhum daqueles que encontraram o órgão em antigas catedrais foram imprudentes de tentar uma única nota.

Oldenburg, O Cego aprendeu a melodia para conquistar o coração da Princesa Leir, filha do perverso senhor das fadas-negras, Marrad. Mas nem todos tiveram tanta sorte. Ossam, O Louco, foi amaldiçoado pelo Órgão, e desespero e corrupção o acompanharam em cada passo.
avatar
Felipe
Admin

Mensagens : 3485
Data de inscrição : 12/10/2015
Idade : 40
Localização : São José dos Campos - SP

http://ospilaresdodestino.forumsrpg.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum