Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Últimos assuntos
» Fugitivos!!
Sab Abr 21, 2018 7:00 pm por Felipe

» A Flor de Jóia
Sab Abr 21, 2018 3:08 pm por Felipe

» Uma autêntica aljava élfica!!
Sab Abr 21, 2018 3:03 pm por Felipe

» Underdark Mounts!!
Qui Abr 19, 2018 6:14 pm por Felipe

» Um pouco de Élfico!!
Qui Abr 12, 2018 9:35 am por Felipe

» Gangue sanguinária!!
Dom Abr 08, 2018 2:38 am por Felipe

» Como matar um lich!!
Sex Abr 06, 2018 5:17 pm por Felipe

» Banelich!!
Sex Mar 30, 2018 9:44 pm por Felipe

» Missa Negra!!
Ter Mar 27, 2018 7:27 pm por Felipe

Abril 2018
SegTerQuaQuiSexSabDom
      1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30      

Calendário Calendário

Os membros mais marcados


Lachesi, sobre Myth Drannor!!

Ir em baixo

Lachesi, sobre Myth Drannor!!

Mensagem por Felipe em Qua Dez 13, 2017 11:01 am

O elfo observa o vale abaixo, parado no enorme platô. Podia sentir a tensão no ar, palpável. O Antigo estava inquieto. Uma brecha nunca imaginada em sua conjuração o trouxe a um lugar de chacinas, invocações infames e mortes sem fim. Onde tantos aventureiros buscavam em vão a entrada secreta do enigmático covil do Dragão do Mal. A Trama fervia com tantos feitiços e conjurações acontecendo a todo instante, e este tremor mágico agredia diretamente a força primordial do Antigo. Ele se colocou contra tudo e contra todos, seu núcleo migrava entre os Planos, impossível ser alcançado por meios normais. Mas como alcançá-lo num lugar onde a trama era sua maior inimiga, e onde tantos portais se abriam e se fechavam, perturbando ainda mais as passagens pelo Plano astral?

Falando em portais, sua atenção é atraída pelas chamas às suas costas. A flâmula do inimigo tremula, mas um rosto aliado sai das línguas escaldantes. um elfo de feições nobres, longos cabelos verdes e olhos amarelos fendidos.
Escama estava cansado. Tantas idas e vindas sem sucesso, tantas hordas enfrentadas dia e noite, mas nada de chegar ao coração do problema.

Escama: Não aguento mais, Lachesi. Quanto mais avançamos, mais longe ficamos de Selu´Taar. Tem que haver outra maneira. Algo que deixamos passar.

Lachesi: Finn está com o aparato de Yanto. Se ele lembrar de usá-lo, vai chegar ao coração bem rápido. Mas deve estar pronto pro sacrifício.

Escama: Como assim?

Lachesi: Ele não está só. Ele leva homens ao coração da defesa élfica. Assim que ativá-la, todos menos ele morrerão.

Escama: ...

Lachesi: Se ele demorar, ou perder o aparato, o inimigo atacará, alertado pelas incursões a Myth Drannor, de que algo se move em sua direção. Eles vão surgir às suas costas e pegá-lo despreparado. Já perdemos a Floresta Alta. Só por um milagre Waterdeep permanece em pé. Se o portão for aberto e os centuriões, convocados, nada ficará no seu caminho até Elessra, e de lá aos Primeiros. De posse desta força, nem mesmo a Morte ousará enfrentá-los...

BOOOMMMMMM!!

Num estrondo violento, um clarão desaba da alta montanha, surgindo próximo aos elfos.
Lachesi se alarma, a mão brilhando com uma aura púrpura letal que causa arrepios em Escama, que imediatamente se afasta do Alto-elfo.

Torin: Baixa essa patinha, filhote de cruz credo. Não me faça martelar a sua fuça daqui até evermeet e enfiá-lo no rabo dos seus pais pra aprender a ter boas maneiras.

Mesmo que estivesse irritado, Lachesi JAMAIS se levantaria contra um avatar. Os olhos dourados de Moradin passam de um pra outro, e Escama, sem hesitar, se ajoelha em reverência.

Torin: Pelo menos um dos dois tem alguma educação. Agora se fizer o favor de parar de pensar em tantas maneiras de trucidar este corpinho lindo, precisamos conversar. Eu posso ser um Deus mas sua raça maldita e egoísta selou tantos portais que até Malthamor ficou confuso. Vocês precisam tirar o coração do Mithal destas montanhas e devolvê-lo a Myth Drannor pra defenestrar os malditos Fey´ri de uma vez por todas, e eu quero libertar os anões das montanhas da tremenda cagada que vocês e estes tais Chamas-rubras fizeram por aqui. Então vamos conversar como homens civilizados e não como elfos arremessadores de raios. Podemos?

Escama sente o chão tremer, mas não sabia se era o peso do avatar à sua frente, ou a ira contida do alto-elfo ao seu lado. Então, o tremor cessa, e a aura púrpura se desfaz.

Torin: Ótimo. Agora que tivemos um tantinho de juízo entre as orelhas, escutem bem. A Trilha das Runas, ou das brumas, como seu povo conhece, foi aberta por um lich que está enfiado nas veias de More. Ele resolveu pegar uma carona até encontrar um corpo mais forte. E como os cabeçudos planejam uma visita à Corte, sabem o que vem pela frente.

Silêncio... e quando a neblina brilhante deixada por Torin se dispersa, outros dois anões surgem ao seu lado. Um deles, conhecido por muitos como "Anão-gigante", retribuía o olhar provocador de Lachesi. Mas a esta altura, a raiva do Alto-mago já estava domada.
O outro com esforço, trazia nas mãos o pesado martelo de ouro cujas runas escapavam pelas frestas das runas entalhadas em sua superfície. Era tanta energia que não podia ser contida num só objeto, e só o toque do Forjador podia aplacá-la.

Torin mostra um velho papiro envolto e selado por um anel de osso seco. O olhar do elfo cai sobre o objeto, estarrecido, e Escama sente, pela primeira vez, o medo escapar daquele coração orgulhoso.

Torin: Eu tirei isso aqui da patinha infante de More. Isso seria desastroso se o Lich soubesse o que tinha nas mãos. Agora escutem com atenção o que vocês, cabeçudos orelhudos, vão fazer. E não me venha com essa de "Suas terras". Vocês pisaram pela primeira vez aqui nas cabeças velhas de anões seculares que viviam em paz, até os malditos e fedorentos drows que os seguiam trazerem guerra e derramamento de sangue em sua cola. Então a menos que queira que eu te coloque frente a frente com Jergal pra resolver quem tem razão, baixa a bola. E antes que você pergunte, não, eu não desenrolei o papiro. Não sou tão imbecil assim. Só vou guardar isso caso nada mais dê certo. Vocês vão revelar as Runas e mostrar pra quem quiser ver o Caminho das Brumas.

Antes de qualquer manifestação...

Torin: Isso mesmo, seus cabeçudos, vocês vão desfazer os feitiços das eras de seu povo que esconde as Runas pra qualquer um encontrar. Vamos dizer que Malthamor fez umas mudanças no caminho, e alguém velho e de minha confiança agora faz parte da trlha. Então quem quiser tentar seguir os passos dos Primeiros, vai ter que passar por Ele cedo ou tarde. E eu duvido... não, APOSTO MINHA BARBA que ninguém pode vencê-lo.

Escama: mas com que finalidade...

Lachesi: Um farol. Eles ferem o mundo em sua busca. Você quer que se revelem para poder caçá-los. Canalizar seus esforços e ameaças num só lugar, pra conseguir com um só tapa matar tantas moscas quanto puder.

Torin: Muito bem, tem miolos entre as orelhas afinal de contas. É isto mesmo. Vou tirar das Terras Centrais quem não for daqui, e devolver seus feitiços às línguas que os invocaram. Vejo mortes. Milhares delas, de todos os lados. Mas pelo menos resolvemos esta confusão causada pela fuga do Mithal de suas obrigações. Os fey´ri voltam pro Inferno, Cormyr e os meus anões são protegidos, suas terras, livres de invasores, e podemos nos concentrar no problema da Trilha.

ARF-ARF!

Desta vez é Escama quem fareja o ar e denuncia o nome: Harsk!?

Um lobo magro e cheio de cicatrizes, marcas e falhas no pelo aparece subindo ao platô. No final do caminho, ele começa a mudar, sua forma se retorce, os ossos estalam, e o animal, antes deplorável e machucado, torna-se um anão velho e resmungão:

Harsk: Achei a Primeira Runa. maldição, estava bem na minha cara todo este tempo.

Lachesi arregala os olhos: Como conseguiu desvendar...

Harsk: Sim, eu conversei com Ele. Não está feliz com o plano, mas não vai contrariar Moradin. Malthamor já preparou tudo. Agora é com vocês.

O anão tira de um bolso rudimentar numa capa que mais parecia uma velha manta de viagens um pedaço de um tablete com inscrições. era um tipo de cerâmica endurecida, algo antigo, mesmo entre os elfos mais velhos.

Torin pega a peça, e o anão mais velho se dobra em cumprimento, e volta a caminhar pela trilha, sumindo.

Escama: Devo avisá-los?

Torin: Pra correr o risco deles fazerem besteira? Nem em sonhos. Deixa eles lidarem com os problemas que já têm. Nós cuidamos da casca grossa.

Lachesi: Então, às Runas...

Outro portal se abre, um cheiro ocre saído do interior do mundo.

Escama: De novo não!? Deuses, não quero ver portais por uma vida inteira depois disso.

Torin: Você não vai, Lagartixa. Tenho outra missão pra você.

O anão estende o papiro com o anel, e o elfo, uma vez mais, se arrepia: Ficou maluco? Vai deixar isso com ELE?

Torin: Prefere que eu devolva ao Lich?

Lachesi: ...

Torin: Ótimo, então não me interrompa mais. (voltando-se para Escama) Guarde você sabe onde. Eles nunca vão saber. Só você e eu. E não saia mais de lá até eu te chamar. Certo?

Escama pega o objeto, colocando numa pequena bolsa de pele marrom, e diz: Qualquer coisa pra não entrar mais em portais tão cedo.

Torin aponta o portal a Lachesi:
- Vamos???
avatar
Felipe
Admin

Mensagens : 3014
Data de inscrição : 12/10/2015
Idade : 40
Localização : São José dos Campos - SP

http://ospilaresdodestino.forumsrpg.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum